beuys2.jpg

"Libertar as pessoas é o objetivo da arte, portanto, arte para mim é a ciência da liberdade."

 

Joseph Beuys

Escultura Social

O conceito foi cunhado por Joseph Beuys.

Beuys é tão grandioso porque transcende os lugares usuais da arte: a matéria para sua chamada "escultura social" somos nós. D'Avossa pergunta por que, afinal, Beuys escolheu ser um artista e não um padre, um político ou mesmo um terapeuta como Steiner. E responde: porque Beuys acreditava no caráter social da arte e seu forte potencial revolucionário.

Em 1961, Beuys pleiteou a cadeira da disciplina "Escultura Monumental", quando a Academia era um dos principais centros de cultura da Alemanha (foi lá que o primeiro festival do Fluxus aconteceu) e chegou a professor, passando por momentos conturbados (como a abolição do processo seletivo de alunos pela análise de portifólios), tendo ocupado a Reitoria junto aos alunos, culminando em sua demissão em 1972.

fonte:

http://www.forumpermanente.org/event_pres/encontros/encontro-com-antonio-d-avossa/relatos/beuys-e-a-escultura-social